Planejamento financeiro. Quando as responsabilidades crescem junto com a gente, trazendo com elas as contas que precisam ser pagas para que a vida siga confortável, entendemos que aquele negócio de “poupar um pouquinho todo mês” não é perda de tempo. Aprendemos, então, que economizar é essencial.

Separamos algumas dicas para te ajudar no difícil desafio de se educar financeiramente, de modo que as despesas nunca ultrapassem as receitas e que ainda sobre um valor para investir.

#1 – Tenha um planejamento financeiro das suas despesas e receitas

Apesar de ser uma dica óbvia, ela é extremamente necessária. Se eu não tenho o controle sobre o que eu ganho, sobre minha receita mensal ou anual, como posso ter a exata medida de quanto eu quero ganhar e o que posso gastar? O primeiro passo para quem pretende fazer projeções financeiras, construir projetos para a implementação de sua renda é ter conhecimento de sua receita.

Acompanhe, no mínimo mensalmente, as suas receitas e despesas e produza um balanço geral sobre tudo o que você ganha. A partir daí, comece a construir seus projetos e traçar suas metas para o futuro.

#2 – Faça listas e compare preços

Elabore uma lista de compras. Toda vez que você precisar comprar algo, anote numa lista e só compre o que estiver escrito nela. Ah! E faça a lista em casa, evitando os estímulos de compras de shoppings e supermercado.

Além disso, verifique o preço de cada produto antes de comprá-lo. Pode parecer pouco mas se você conseguir economizar de 10 a 20% nas compras que você faz, terá de 10 a 20% a mais no final do ano.

#3 – Escolha bem os métodos de pagamento

Pagar à vista quando se tem desconto é sempre vantajoso. Além disso, quando o produto é um bem de rápido consumo ou possui um valor baixo para aquisição também é interessante que se pague à vista.

No entanto, quando o produto a ser adquirido tem um alto valor comercial é melhor que se pague no cartão de crédito. O segredo aqui é tentar concentrar os gastos em um único cartão.

Assim como no pagamento à vista, alguns locais dão descontos nas compras realizadas através do cartão de crédito (como os cinemas, por exemplo). Escolha o método de pagamento que te oferecer maior desconto/ vantagens.

Alguns cartões também oferecem a participação do consumidor em programas de fidelidade que se transformam em pontos que podem ser vendidos.

#4 – Estabeleça metas

Faça metas para alcançar seus objetivos. As metas são muito importantes porque você consegue transformar em números os seus resultados e consegue verificar se tudo está indo conforme o planejado ou não.

Quando fizer seu planejamento financeiro para um prazo muito longo, não se esqueça de fazer metas de curto prazo. As metas de 20 anos podem ser transformadas em metas de 10 anos, depois em metas de 5 anos, 2 anos, 3 meses.

#5  Dica bônus

Seguir essas dicas já vai te ajudar bastante a alcançar seus objetivos. No entanto, uma ajudinha é sempre bem-vinda, seja para se permitir “certos luxos” quanto para chegar mais rápido no caminho que você traçou.

Quem participa dos programas de milhas aéreas da LATAM, GOL, Azul ou Avianca, pode vender seus pontos e transformá-los em um ativo para usar como quiser. Com a venda das milhas acumuladas, você tem controle total do que fará com seu dinheiro. Você decide com o que gastar. Entre em contato com a gente e descubra como vender suas milhas de maneira segura, prática e muito mais lucrativa.


Postado em 04/09/2017

Tags: , , , ,