A associação de consumidores Proteste entrou com ações civis públicas contra os programas de fidelidade Smiles, da Gol, e Multiplus, da TAM. A associação afirma que as constantes mudanças nas regras dos contratos causam prejuízos aos usuários, e que os pontos acumulados nesses programas não deveriam ter validade limitada.

“Geralmente, as regras parecem não valer quando chega a hora de utilizar as milhas aéreas para uma viagem”, afirma a Proteste, em nota. As ações foram registradas na 2ª e na 40ª Vara Cível de São Paulo, respectivamente.

A TAM informou, por meio da assessoria de imprensa, que só irá se manifestar “nos autos do processo após o recebimento da notificação”.

O Smiles nega ter conhecimento de ação na Justiça contra mudanças no programa e afirma não ter feito alterações de regras.

A suposta falta de clareza e de informação nos contratos da Smiles e da Multiplus desrespeitam o Código de Defesa do Consumidor, segundo a associação.

Outra queixa é que, normalmente, as empresas aumentam o número de pontos necessários para emitir uma passagem aérea sem antes avisar os consumidores. O correto, segundo a associação, seria avisar os consumidores, no mínimo, 90 dias antes de as mudanças entrarem em vigor.

Contra cobrança de R$ 30 pela Gol e validade na TAM

A Proteste pede, ainda, que a Justiça barre a cobrança de R$ 30 pela Gol, a partir desta terça-feira (1º), para quem fizer reserva online usando milhas e/ou pontos de fidelidade.

Outro pedido é para que a TAM amplie o prazo de validade dos seus bilhetes para um ano –atualmente, são limitados entre 3 a 6 meses, o que viola o artigo 228 do Código Brasileiro de Aeronáutica.

Milhas de herança

Um dos pontos pedidos pela Proteste é que, em caso de morte do titular do programa, os pontos acumulados não sejam cancelados, mas sim transferidos aos seus herdeiros.

No caso de extinção do programa de fidelidade, a Proteste pede que os cliente tenham opções como: transferência de seus pontos (sem restrições) para outro programa de benefícios, ou ressarcimento em dinheiro, pela quantidade de pontos acumulados no programa na data da extinção.

 

Escape da dor de cabeça vendendo suas milhas!

Faça uma cotação clicando aqui!

 

Equipe EloMilhas.


Postado em 02/04/2014