Procure agrupar seus pontos em uma única companhia aérea. Assim, você potencializa o acúmulo de milhas e fica mais próximo do seu próximo destino.

Se pretende viajar em um feriado ou nas férias escolares, emita sua passagem com bastante antecedência.

Fique atento às promoções! É possível conseguir passagens para lugares interessantes usando poucas milhas.

Pesquise se vale a pena usar as milhas na alta temporada. Durante o período da Copa do Mundo, por exemplo, empresas aéreas estão pedindo mais que o dobro das milhas para fazer a mesma operação.

Verifique seu extrato de pontos e acompanhe seus prazos de validade, garantindo que elas foram creditadas ou descontadas corretamente.

Informe-se com a operadora do cartão de crédito e saiba se a mesa pontua em algum programa de milhagem. Há outros programas de benefícios em postos de gasolina e supermercados que convertem pontos em milhas, sem cobrança adicional.

Programe-se para fazer viagens mais longas com as milhas. Às vezes, uma passagem para o Rio de Janeiro exige o mesmo número de pontos que uma viagem para Florianópolis, por exemplo, apesar da diferença de valores e distância.

Escolha programas de companhias aéreas que operem nos trechos nos quais você planeja viajar. Se for para os Estados Unidos, por exemplo, pode valer a pena direcionar as milhas para companhias americanas. Se for para o Nordeste, programas como os das milhas TAM FIDELIDADE ou milhas GOL Smiles são mais vantajosos.

Fonte: IDEC, ABAV, Proteste, empresas aéreas e consultores


Postado em 28/01/2014