O programa de milhas surgiu com a companhia norte americana Pan Am, que premiava seus passageiros com um bilhete a cada três viagens de mesma proporção. Sendo assim, os clientes tinham um desconto de 25%. Isso tudo com intuito de aumentar a fidelização e aproximar o relacionamento entre passageiros e companhias aéreas.

A história do programa de milhas e seus benefícios

Atualmente, os programas de milhagem funcionam de forma diferente: o passageiro precisa estar inscrito previamente e, em muitos programas, apenas a inscrição já acumula pontos. Conforme o passageiro voe pela companhia escolhida, os pontos vão se acumulando, correspondente à distância percorrida.

Cada programa possui suas próprias determinações, porém o acúmulo mínimo de pontos é um requisito que todos têm e varia de acordo com o destino e época do ano. Também é válido lembrar que se a conta do passageiro não for movimentada com vendas e compras, em um determinado período de tempo, seus pontos podem expirar. Na maioria das companhias esse período é de 24 meses.

Além das milhas,  o programa de milhagens oferece a oportunidade de ganhar outros benefícios como: cliente fidelidade. Existe uma classificação dos clientes dentro de cada programa e que quanto mais acúmulos de pontos, mais o cliente sobe na categoria estabelecida. Dependendo da sua posição, você pode ter direito a check-in antecipado, sala vip e bagagem extra, por exemplo.

Sobre programa de milhas, pode-se citar: o Multiplus, programa da LATAM, que tem parceira com postos Ipiranga, AccorHotels, PontoFrio e Bookings; o Smiles, programa oferecido atualmente pela Gol, parceria com Editora Abril, Localiza, MagazineLuiza e Fast Shop; o Amigo, programa da Avianca, talvez seja o menos conhecido dentre todos os programas, tem parceiros como Hertz e Polishop;  o Tudo Azul, mais novo programa de milhagens da Azul, vem crescendo muito e tem como parceria Hertz, Editora Abril, MagazineLuiza e a principal, companhia United.

 


Postado em 06/07/2018