Apesar dos tempos árduos na economia e na política, não faltam boas oportunidades de viajar para o exterior. Toda semana aparece alguma promoção, seja para os Estados Unidos, Europa, Caribe ou Ásia. No entanto, a alta das moedas estrangeiras exige atenção e planejamento redobrado dos viajantes. É possível economizar, independentemente do seu estilo ou padrão de vida.

1. Dê preferência a países com baixo custo de vida
A escolha do destino pode ajudar você a economizar. Da mesma maneira que ocorre nas cidades brasileiras, o custo de vida no exterior varia muito entre os países. Na Europa, para economizar, dê preferência a países como Grécia, Espanha e Portugal. Nos Estados Unidos, considere Miami, Orlando, Washington e Las Vegas. No Caribe, Aruba, Curaçao e República Dominicana são boas pedidas.

O Sudeste Asiático oferece opções encantadoras e baratas, como nas Filipinas, Tailândia e Laos. Na América do Sul, Colômbia, Uruguai e Peru apresentam um baixo custo de vida. Completam o hall o México e a África do Sul. O custo com hospedagem, alimentação e deslocamento nesses locais será bem menor. Evite, nesse momento, viagens para países reconhecidamente caros, como Austrália, Inglaterra, Suíça, Rússia e Japão, ou esteja com o bolso preparado.

2. Evite a alta temporada
Fugindo desses períodos é possível economizar até 40%, sem contar o menor tempo despendido nas filas das atrações e pontos turísticos. Quem tem filhos em idade escolar ou é professor pode deixar para viajar no Carnaval (baixa temporada na maioria dos países e altíssima temporada dentro do Brasil). Outra opção é negocie antecipadamente férias ou folgas para semanas de feriados prolongados.

3. Economize na passagem aérea
passagem aérea vai representar uma parte significativa dos custos de sua viagem. Portanto, é onde você precisa investir mais tempo e planejamento. Comece a pesquisar os preços e roteiros com bastante antecedência. Assim você saberá quando encontrou o melhor preço. Algumas dicas: Fique ligado no Melhores Destinos; quando surgir alguma promoção, seja rápido; varie sempre as datas de ida e de volta em busca dos melhores preços; tenha um plano B, alguma cidade ou data alternativa que você pode considerar nos seus planos, se o plano principal ficar muito caro.

Passagens aéreas podem pesar muito no orçamento. Uma outra opção de diminuir os custos de uma viagem é comprar as suas passagens aéreas usando milhas aéreas. São várias as formas de acumular milhas aéreas, como no cartão de crédito. Depois, basta transferir os pontos para o programa de milhas da companhia aérea que se deseja voar e trocar milhas pelas suas passagens.

Caso deseje obter um lucro a mais com suas milhas, você pode vendê-las e receber o pagamento antecipadamente por elas. Os valores vão de R$ 160,00 até R$ 300,00 por cada 10 mil milhas com mais de 1 mês de vencimento. Vale lembrar que os valores apresentados são estimativas de acordo com a média dos valores praticados e com a época do mês/ano atual. Para vender suas milhas basta fazer a cotação em nosso site de forma prática e segura e aguardar o parecer da análise. Entre em contato com a Elomilhas para mais informações.

 

Veja também:

Vender Pontos – O melhor site para vender milhas!

Programa Amigo Avianca – Como funciona?

 

fonte matéria: Melhores Destinos


Postado em 26/08/2015